quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Livro da editora Skript celebra a produção dos quadrinhos LGBTQ+


A Editora Skript entrou no mercado em 2019 e colocou em prática vários projetos de quadrinhos e livros ligados ao tema, como Mulheres & Quadrinhos e Os Cavaleiros das Trevas.

Agora, foi anunciado Quadrinhos Queer, um livro de mais de 200 páginas com 50 profissionais que reúne artes, quadrinhos, entrevistas, artigos científicos, relatos, contos e ilustrações protagonizados por autores, pesquisadores, artistas LGBTQ+.

O projeto já está disponível em uma campanha de financiamento coletivo no Catarse.
“Artigos, entrevistas, contos e quadrinhos, escritos e desenhados por pessoas livres, sem amarras a gêneros socialmente predefinidos. Porém, este não será um material exclusivo para comunidade LGBTQ+. 

É uma publicação para todas e todos que amam a nona arte”, afirma a editora. “Será um projeto inédito no Brasil, que servirá de referência para leitores, editores, produtores, jornalistas e pesquisadores.”

A organização é de Ellie Irineu, Gabriela Borges e Guilherme Smee.
Para mais detalhes sobre o projeto, como planos disponíveis, recompensas programadas, lista completa de autores e apoiar, clique aqui.


quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Entre Cegos e Invisíveis - Nova HQ de André Diniz

Divulgação

O quadrinhista brasileiro André Diniz está lançando um novo trabalho, Entre cegos e invisíveis (formato 17 x 24 cm, 128 páginas, capa cartonada, R$ 42,00), que está em pré-venda na loja da editora Café Especial.

Brasil, 1971. Voltando do enterro do General Gilberto Couto, o pai militar que jamais os reconheceu publicamente, Jonas e Leona tentam ver o fenômeno da super-Lua, anunciado no rádio, enquanto cruzam a estrada de volta para casa. 

Com eles estão a mulher de Jonas e um estrangeiro, a quem dão carona e de quem não se entende uma palavra sequer.

Após um incidente, a verdade sobre cada um vai se revelando e novas feridas se abrem rasgando uma história permeada por abandono, dores e rancores.

A influência da super-Lua tem um papel central no desenrolar dos fatos, mas ela não aparecerá para qualquer um.

Entre cegos e invisíveis é uma ficção que tem como cenário a Ditadura Militar que o Brasil enfrentou entre 1964 a 1985.  Não é a primeira vez que André Diniz aborda o tema, já tendo tocado no assunto na série Subversivos.

A edição foi lançada em Portugal pela Editora Polvo em maio deste ano, durante o 15ª Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja. No Brasil, será lançada no evento Butantã Gibi Con, em São Paulo (saiba mais aqui).


terça-feira, 12 de novembro de 2019

Exposição em São Paulo apresenta o trabalho de J. Carlos



José Carlos de Brito e Cunha (1884-1950), conhecido como J. Carlos, foi o autor de uma das mais poderosas crônicas visuais do Brasil na primeira metade do Século 20. 

Sua ampla produção é apresentada na exposição J. Carlos – Originais, que o Instituto Moreira Salles – Paulista (Avenida Paulista, 2424), em São Paulo/SP, apresenta até o dia 26 de janeiro de 2020.

A mostra, que foi exibida na sede carioca em 2017, reúne cerca de 300 itens, dentre desenhos e publicações, selecionados pelos curadores Cássio Loredano, Julia Kovensky e Paulo Roberto Pires.

J. Carlos produziu uma obra variada, que inclui caricaturas, charges, cartuns, alfabetos tipográficos, publicidade, enfim, todo o universo gráfico das primeiras revistas ilustradas do País.

Estreou na imprensa em 1902, aos 18 anos, e trabalhou ininterruptamente pelos 48 anos seguintes. Acredita-se que tenha publicado mais de 50 mil desenhos.

A mostra apresenta instantes decisivos dessa trajetória, em obras selecionadas dentre os cerca de mil originais que integram a coleção de Eduardo Augusto de Brito e Cunha (filho de J. Carlos), sob a guarda do Instituto desde 2015.

O acervo reunido por Eduardo também inclui coleções encadernadas das publicações em que J. Carlos atuou, como Careta, Para Todos..., Fon-Fon! e Almanaque do Tico-Tico.


sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Quadrinhista Julio Shimamoto é o homenageado na CCXP


O veterano quadrinhista Julio Shimamoto, de 80 anos, será o homenageado deste ano no Artits’ Alley da CCXP.

Ele assinará o pôster e a credencial do espaço no evento, que é dedicado aos artistas nacionais e internacionais que produzem quadrinhos, além de participar de painéis que serão divulgados em breve. Shima, como é conhecido, estará presente em todos os dias da CCXP 2019, que acontece entre 5 de 8 de dezembro.

Shimamoto nasceu em Borborema, cidade do interior de São Paulo. É descendente da uma família de samurais aristocratas do Japão, que decaíram com o tempo. Já fazia seus primeiros rabiscos aos cinco anos de idade, quando sua família se mudou para uma região próxima ao Mato Grosso. Seu pai era administrador de fazenda, e conseguiu um emprego por lá.

Ainda na juventude, tornou-se desenhista no Departamento Promocional da multinacional Sears, Roebuck & Co. (Lojas Sears) e, desde então, nunca mais abandonou os pincéis.

Com seu traço denso, passou por praticamente todas as editoras e publicações do país: La SelvaTaikaOutubroEbalNobletFolha de S.PauloÁticaEditora do BrasilCooperativa Editora e de Trabalho de Porto AlegreVecchiGrafiparAbrilD-ArtePressMaciotaRecordGloboBlochVia LetteraDevirMarco ZeroNovo MundoEscalaNova Sampa e Opera Graphica.

Aos 80 anos, Shima segue na ativa, envolvido em projetos autorais e produzindo quadrinhos experimentais. Recentemente, desenvolveu uma técnica na qual aplica uma camada de tinta sobre uma peça de cerâmica para depois desgastá-la utilizando objetos pontiagudos. 

As imagens surgem em negativo, em uma nova versão do estilo claro-escuro. A partir daí, passa a escanear e xerocar estas imagens, para depois montar as páginas das histórias por meio de colagens.

Foi com essa técnica que ilustrou Cidade de Sangue, com texto de Márcio Jr, que também estará no evento ao lado de Shima.


segunda-feira, 28 de outubro de 2019

O Beijo Adolescente, de Rafael Coutinho, será republicado pela Editora Todavia

Divulgação

Entre 2011 e 2015, o quadrinhista Rafael Coutinho, lançou três volumes de O beijo adolescente de forma independente, por meio de financiamento coletivo.

A obra é sobre uma gangue de garotos que desenvolvem poderes especiais na adolescência depois de darem o primeiro beijo. São meninos e meninas que fazem parte de um grupo seleto, e ditam as tendências do mundo atual.

Agora, essas três edições serão reunidas em um único volume e relançados pela editora Todaviajá disponível em pé-venda na Amazon Brasil com frete grátis para usuários Prime.

O beijo adolescente – Volume 1 (formato 21,6 x 36 cm, 104 páginas, capa cartonada, R$ 84,90) conta com roteiro e arte de Rafael Coutinho, e capa de Rafael e Pedro Franz.

Na história, Ariel é um adolescente comum: tímido, desajeitado, solitário. De sua vida pacata, ele se vê lançado ao centro de uma conspiração que envolve marcas famosas, videogames, uma cidade tomada por gangues, celebridades instantâneas e consumo. Em meio a tudo isso, adolescentes começam a ser assassinados por monstros terríveis que só os jovens parecem enxergar.

O lançamento está programado para chegar às livrarias no próximo dia 5 de novembro, e a editora tem planos para uma continuação inédita.


quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Feira Des.Gráfica acontece neste final de semana, no MIS

Divulgação

A quarta edição da Feira Des.Gráfica acontecerá no próxima final de semana, entre os dias 19 e 20 de outubro , no MIS – Museu da Imagem e do Som (Avenida Europa, 158, Jardim Europa), em São Paulo/SP. A entrada é gratuita.

Serão cerca de 90 expositores e uma ampla programação de oficinas, palestras e performances. Celebrando, ainda, a volumosa produção de quadrinhos do país, o MIS apresenta o resultado da convocatória que selecionou cinco projetos de quadrinhos e outras narrativas gráficas. Os autores escolhidos tiveram sua obra editada com 50 cópias que serão comercializadas durante a feira.

Uma das novidades desta edição são as sessões de análise de portfólio que acontecem nos dois dias e serão realizadas pelos professores da EBAC Cezar Sperinde, Roger Basseto e Radina Nedelcheva). Para participar, não há seleção prévia, basta levar o portfólio. As análises serão conforme a chegada dos interessados.

O evento é uma realização do MIS e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, com curadoria do quadrinhista Rafael Coutinho, parceria da editora Ugra Press e apoio da EBAC – Escola Britânica de Artes Criativas.

Veja a programação completa: Sábado, 19/10, 12h às 20h

Feira de expositores (1º e 2º andar); Portfólios em tela (1º andar); Exposição 14 Juillet no Nordeste (2º andar);
Palestra Quadrinhos e Poema Processo, com Daniel Bueno e Rafael Coutinho (13h);
Análise de portfólios com professores da EBAC (14h-16h, Térreo);
Oficina Publicação Independente em Rede Social, com Lila Cruz (14h-16h, 2º andar);
Palestra Expondo Narrativa, com Paula Puiupo, Fernando Lindote, Jazmin Varella e Pedro Franz (15h);
Performance Visual: Projeto Identidades, com Cassiano Reis (16h-18h, Espaço Redondo);
Palestra Curso de quadrinho no exterior, com João Godoi, Mariana Bandeira e Lila Cruz (17h);
Efeitos especiais, animação 2D e 3D: novos caminhos, com Kevin Fenemore e Rafael Coutinho (19h).
Domingo, 20/10, 12h às 19h

Feira de expositores (1º e 2º andar);
Portfólios em tela (1º andar);
Exposição 14 Juillet no Nordeste (2º andar);
Palestra Quadrinhos e o Audivisual, com Bruno D’Angelo, Gabriel Bá e Rafael Coutinho (13h);
Oficina Projeto Identidades, com Cassiano Reis (13h, 2º andar);
Oficina de quadrinhos autobiográficos, com Jazmin Varella (14h-17h, 2º andar);
Análise de portfólios com professores da EBAC (15h-17h, Térreo);
Palestra Novos quadrinhos para novos artistas, com Rafaella Fabiani, Lila Cruz e Lovelove6 (15h);
Conversa com os ganhadores da convocatória Des.Gráfica 2019, com Jota Mendes (Caco), Paula Puiupo (Óbice), Kelly Alonso Braga (Kafka reverso), Denny Chang (Trevas), Amanda Miranda (Sangue seco tem cheiro forte) e Rafael Coutinho (17h).
As editoras que participarão são: A Bolha Editora, A Quiosque, Balão Editorial, Bebel Books, Beleléu, Blue Heart, Editora Mino, Editora TUTU, Lote 42, PB Editorial, Ugra e Zarabatana Books.

Dentre os autores e coletivos, estarão Aflito Coletivo, Ale Kalko, Alexandre De Maio, Aline Zouvi, Gauthier, Amanda Miranda, Ana Mei, Annima de Mattos, Azul Cantu, Bruno Guma, Bruno Miranda, Bruxo Rider, Cabaré, Subterrâneo, Charivari, Cinthia Saty, Coletivo Escape HQ, Daniel Lopes, Diego Sanchez, Deborah Salles, Denny Chang, Edson Bortolotte, Ellie Irineu, Escória Comix, Felipe Parucci, Francisco Marcatti, Gabriel Góes, Gomez Studios, Grazi Fonseca, Guilherme Petreca, Guilherme Wanke, Gustavo Inafuku, Helô D’Angelo, Ing Lee, Jéssica Groke, João Pinheiro, Jota Mendes, Juliana Russo, Kaio Fialho, Kelly Alonso Braga, La Tosca, Lalo, Laudo Ferreira, Lolly, Lovelove6, LTG, Lucas Mendonça, Lucas dos Santos Lima, Luiz Berger, Luiza Nasser, Márcio Sno Produções, Mariana Bandeira, Marília Marz, MJK, Murilo Martins (Mu Tron), MZK, O Miolo Frito, Patrick Antunes, Orange Night Girls, Pedro Franz, Pedro Vó, Puiupo, Quadrinhos A2, Rafa Miqueleto, Rafael Corrêa, Ma, Revista Pé-de-Cabra, Rogi Silva, Samuel de Gois, Selo Mangue, Selo Reverso, Sem Raça Definida, Sergio R M Duarte, Stêvz, Talessa Kuguimiya, Terraço – Rodrigo Terra, Thiago Souza, Tiago Pinheiro, Vibe, Tronxa Comix, Verônica Berta, Vitorelo, Vitralizado, Wagner Willian, Walter Kinder, William Oliveira (WIRU), Yasmin Varella e YOYO.


terça-feira, 8 de outubro de 2019

Catarse - Conheça Trambik, uma HQ totalmente sem noção


Trambik conta a história de três russos muito loucos que fogem para o Brasil e resolvem montar uma biqueira na casa da tia deles, uma senhorinha idosa totalmente insana e violenta que adora falar palavrões. 

Essa ideia já seria a pior de todas se não fosse pelo envolvimento de dois otários que mexem com jogo do bicho e magnatas donos de boate.

Escrita por Airton Marinho (HellDang, Cabra D´Água, Demônios da Goetia), desenhada por Gustavo Lambreta (Revista Escape, Traje de Rigor) e colorida por Raphael Paiva (Decahedrom), Trambik é uma revista em quadrinhos de 24 páginas que busca colaboradores na plataforma Catarse para viabilizar sua publicação.


quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Santos será a capital das histórias em quadrinhos nos dias 5 e 6 de outubro


Santos Comic Expo, convenção de quadrinhos pioneira no litoral paulista, foi duas vezes indicada ao Troféu HQ Mix de melhor evento e chega à sua sexta edição nos dias 5 e 6 de outubro, ocupando todo o complexo do Centro de Cultura Patrícia Galvão (Avenida Senador Pinheiro Machado 48 – Vila Matias – Santos/SPSantos/SP).

No sábado, 5 de outubro, será das 11h às 20h e, no domingo, 6, de 11h às 19h. A entrada é gratuita.

Com o objetivo de promover a difusão das histórias em quadrinhos, a cultura geek, o intercâmbio cultural entre artistas da Baixada Santista e nomes de outros estados, o turismo, a formação de público e o acesso à cultura, o projeto espera receber cerca de 10 mil pessoas e mais de 150 profissionais da área nesta edição. 

O evento contribui para a divulgação da arte e exposição dos grandes nomes da área que surgiram na região, atraindo adultos e crianças.

A diversificada programação contará com nomes de destaque nacional como Cesar Sandoval, criador da Turma do Arrepio e da versão infantil de Os Trapalhões nos quadrinhos; Jefferson Costa e Rafael Calça, autores da graphic novel Jeremias – Pele; Fefê Torquato, autora da graphic novel Tina – Respeito; Nelson Sato, da Sato Company responsável pela produção do live action do Jaspion no Brasil; e Marcio Seixas, “a voz” do Batman no Brasil.

Estão confirmadas 28 lojas e um Artist’s Alley com cerca de 60 profissionais entre quadrinhistas, desenhistas e escritores, destacando Felipe Folgosi, Fabio Coala, Sam Hart, Germana Viana, Jun Sugiyana, Ju Loyola, Guilherme Infante, PriWi, Mario Cau e Marcatti.

Escolas e estúdios de arte como Mundo Mágico, Scrowpture, Robô Guerreiro, Capsule Eletronic Studios, Mosh Escola de Arte, Mangarts Comic Studio e RC Studio apresentarão seus trabalhos.
O público ainda poderá conferir três exposições espalhadas pelo centro cultural: Os Trapalhões em Quadrinhos (MISS), Exposição Jaspion + Jiraiya (Foyer 1º andar) e Exposição Ely Barbosa (Foyer 2º andar), além da presença de cosplayers.


domingo, 22 de setembro de 2019

Catarse - HQ do Capitão MIOLO-MOLE - James Lee



O PROJETO

A HQ do Capitão MIOLO-MOLE é a realização de um sonho de infância...
O embrião desse projeto surgiu quando eu tinha apenas 12 anos. O ano era 1996 e eu, apaixonado por super-heróis, desenhos animados e histórias em quadrinhos, sonhava em um dia criar meu próprio personagem. E pensei: por que não criar um herói que fosse uma mistura de tudo isso? Uma paródia dos outros super-heróis poderosos? Sei que essa não é uma ideia 100% original. Mas foi assim que nasceu o Capitão MIOLO-MOLE!

A princípio ele seria um personagem sem o estereótipo dos heróis superpoderosos e musculosos. Ele seria um magricela desajeitado, uma representação brincalhona destes seres extraordinários vestidos em roupas coloridas. Eu acreditava no potencial do personagem. Seu nome, suas cores, seu carisma. Mas as minhas convicções começaram a ser frustradas quando algumas pessoas começaram a rir do personagem não por se tratar de ele ser engraçado, mas por achar que ele era ridículo. Chateado, coloquei o Capitão MIOLO-MOLE na “geladeira”.

Dez anos se passaram, mas não houve um dia sequer que eu não pensasse nele! Era mais forte que eu!

Então, continuei desenvolvendo o personagem. Após algumas reformulações, o herói foi ganhando novas formas e depois de algumas observações de um grande amigo quadrinista, o Capitão MIOLO-MOLE se transformou numa caricatura dos heróis clássicos!

A maioria dos heróis americanos tem suas origens baseadas em fórmulas científicas, mutações genéticas, explorações espaciais ou invasões alienígenas! Todas essas ideias malucas fervilhavam na minha cabeça, e comecei a escrever. Mas, por causa do trabalho, faculdade entre outras coisas, demorou alguns anos para eu chegar a uma primeira história.

Depois de criar uma página no Facebook e divulgar alguns quadrinhos do Capitão MIOLO-MOLE, eu ainda não me sentia preparado o bastante. Então, fiz alguns workshops de quadrinhos que me ajudaram, me dando a confiança necessária para começar essa empreitada.

Já estava mais do que na hora de tirar essa HQ da gaveta. E para viabilizar a impressão, nada melhor do que contar com o seu apoio através do financiamento coletivo aqui pelo Catarse!

Agora, depois de 23 anos desde a sua criação, apresento a vocês a HQ do Capitão MIOLO-MOLE! Que vai contar a origem do personagem e suas desventuras!

SINOPSE
Albert Saymon é um jovem cientista estagiário que trabalha no laboratório JUMBUS e é acidentalmente infectado pelo soro Meta Genius enquanto desenvolvia experimento científico. Ele é escolhido por alienígenas para ser o guardião de uma relíquia mística marciana chamada Maadimgord, o Coração de Marte. Ao acionar esse dispositivo, ele é instantaneamente transformado em um super-herói com poderes extraordinários. Mas um defeito causado pelo soro contido em seu cérebro também é acionado.
Tornando ele um herói indolente, atrapalhado e desastrado. O Capitão MIOLO-MOLE deve manter a cidade de Metroit City a salvo de super vilões, como o Dr. Hospício, também conhecido como William Westcox, um cientista, inventor e uma das pessoas mais inteligentes do mundo. Proprietário de uma corporação chamada WestCorp, ele roubou a fórmula MetaGenius de Albert Saymon para usar em benefício próprio, mas perdeu a sanidade.


sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Semana Arte na Abra terá palestras e workshops em São Paulo


ABRA – Academia Brasileira de Artes realizará, entre os dias 23 e 28 de setembro, a Semana Arte na Abra, com diversas palestras e workshops de diferentes assuntos, como fotografia, moda, design de interiores, design gráfico e design automotivo, artes plásticas, arte urbana, arquitetura e, claro, quadrinhos.

Quem se interessar pelas atividades ligadas à nona arte, pode comprar um combo especial de ingresso que custa R$ 25,00 e pode ser adquiridos online aqui.

Ele permite acompanhar o workshop Aprenda a criar narrativas visuais para HQs (25/09) e as palestras As Supermulheres das HQs norte-americanas (27/09) e Por dentro da história dos quadrinhos e mangás (27/09).

O evento acontece na nova sede da ABRA, na Avenida Macuco, 684, Moema, em São Paulo/SP.

Durante essa semana, os professores e artistas convidados compartilharão suas experiências com o intuito de aproximar as pessoas de seus gostos artísticos e a fim de proporcionar a elas o prazer de se conectar com a arte e o conhecimento. 

Os participantes poderão trocar ideias, fazer networking, conhecer profissionais que já atuam no mercado e ter uma referência real de como é a rotina de cada área.

Para ver a programação completa da Semana Arte na Abraclique aqui.

Para outras informações, entrar em contato com a ABRA pelo telefone 0XX11 3881-1200 – Ramal 106.


quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Lançamento - Os Mundos de Liz - Daniel Brandão - Editora Noir

Divulgação

Editora Noir reúne em livro as tiras coloridas Mundos de Liz, do quadrinhista Daniel Brandão, desenhista da Marvel e DC

As tirinhas coloridas da adolescente Liz, de Daniel Brandão, que tanto sucesso faz nas páginas do jornal O Povo, de Fortaleza, podem agora ser conhecidas por leitores de todos os cantos do país e até do exterior. A Editora Noir, de São Paulo, está lançando o álbum Os Mundos de Liz, com inteligentes histórias que o artista criou inspirado em sua filha, desde os seus primeiros anos de vida. São abordagens que acompanham o crescimento de uma menina, suas dúvidas, anseios, personalidades e descobertas, além das relações familiares.

Em 136 páginas, são tratados temas como amores, escola, família, amigos. Tudo isso temperado em um caldeirão chamado adolescência. Liz, uma garota de 14 anos, é a personagem central deste álbum delicioso que apresenta, de forma profunda e divertida, os pequenos e grandes dilemas existenciais que se abatem sobre todos nós, com 14, 34 ou 64 anos. Temas universais e atuais abordados sob o prisma de uma personagem mais do que real, com coadjuvantes que são tão próximos de nós que certamente você vai se pegar pensando o quanto lembra aquele amigo ou primo.

No auge de sua maturidade como artista, Daniel Brandão usa toda sua experiência em anos dedicados aos super-heróis da Marvel e DC para criar um universo cheio de referências que vão dos Beatles ao poeta brasileiro Eduardo Alves da Costa, tudo isso com um traço delicado e homenagens que deixariam o próprio Will Eisner com um belo sorriso no rosto.

Como diz o autor, Os Mundos de Liz são vários. E todos eles são mágicos, encantadores e surpreendentes. A edição pode ser adquirida no site da Editora Noir (www.editoranoir.com/osmundosdeliz), nas lojas físicas e nos sites das livrarias Travessa e Martins Fontes e pela Internet na Amazon e no Mercado Livre.

A obra já reúne críticas de especialistas: Este livro é, para mim, o melhor resumo da personalidade de Daniel: um coquetel de talento, sensibilidade, humanidade, bondade e generosidade.

FABIEN TOULMÉ
Autor de Duas Vidas e Não Era Você Que Eu Esperava Contar a(s) história(s) de alguém que se ama em forma de quadrinhos pode parecer fácil, mas está longe disso. Ainda mais quando o autor resolve retratar uma filha crescendo. Conheci Liz pequenininha, fazendo traquinagens, e hoje a acompanho adolescente. E pelo respeito que Daniel Brandão demonstra ao mostrar os sonhos, as dúvidas, os medos, as inseguranças e as alegrias dela, tenho certeza de que a verdadeira Liz está duplamente orgulhosa do seu pai.

SIDNEY GUSMAN
Jornalista e editor
Ler Os Mundos de Liz nos leva a um reencontro com nossa própria adolescência. Para pais e mães, em especial, as tirinhas são uma tradução sensível do cotidiano.

CINTHIA MEDEIROS
Editora do caderno Vida&Arte do jornal O Povo

Sobre o autor: Daniel Brandão está no mundo das HQs desde 1996 como ilustrador, educador e empresário. Trabalhou com diversas editoras, nacionais e internacionais (DC Comics, Marvel, Dark Horse, Abril e Maurício de Sousa Produções). Ganhou quatro prêmios HQ Mix (2002, 2005, 2006 e 2017). Em 2016 ganhou o prêmio Al Rio. Criador da personagem Liz, que já foi tema de seis livros autorais. Desde janeiro de 2018 publica diariamente a tira Os Mundos de Liz no jornal O Povo. Seu estúdio em Fortaleza, CE oferece cursos de histórias em quadrinhos, desenho e mangá desde 2002.


(Release)

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Editora Gibizinho lança e-book da Turma do Gabi na Amazon


A Editora Gibizinho e o Estúdio EMT acabam de lançar, na plataforma Amazon, mais uma revista em quadrinhos da Turma do Gabi.

Essa nova publicação traz HQs inéditas e algumas já publicadas, com aventuras da Turma do Gabi recheadas com quadrinhos educativos e com muito humor.

São 34 páginas em cores produzidas pelo Estúdio EMT e com capa do talentoso artista George Wolf.

Criada por Moacir Torres em 1975, a Turma do Gabi circulou nos principais jornais e revistas infantis do País por várias gerações, consolidando sua marca e sendo apontada como a quarta mais conhecida turma dos quadrinhos brasileiros até hoje.

Para adquirir o e-book na Amazon, basta acessar: https://www.amazon.com.br/dp/B07XTL6TPM

SERVIÇO:
E-book Turma do Gabi
Autor: Moacir Torres
Editora Gibizinho/EMT/Kindle

terça-feira, 10 de setembro de 2019

Fuzuê Nerd: evento acontecerá em novembro - SP.


Texto: Samir Naliato

Um novo evento voltado ao público geek estreará neste ano.

Fuzuê Nerd será realizado na sexta-feira do dia 15 de novembro, feriado em homenagem à Proclamação da República, no Novotel Jaraguá (Rua Martins Fontes, 71, Consolação), em São Paulo/SP, próximo à Estação Anhangabaú do metrô.

Os ingressos estão à venda pelo site Sympla ou também pela plataforma Catarse, em planos que variam de R$ 29,00 (limitado a 200 pessoas) a R$ 45,00 (clique nos links para acessar).

O evento será voltado para apaixonados por quadrinhos independentes, ficção, fantasia e terror, com a presença de youtuberspodcasters, quadrinhistas e profissionais dos quadrinhos.

Dentre as presenças confirmadas estão os editores Cassius Medauar, Sidney Gusman, Levi Trindade, Guilherme Kroll, Carol Pimentel, Leandro Luigi Del Manto, Alexandre Callari, Daniel Lopes, o tradutor Jotapê Martins, os desenhistas Jefferson Costa e Marcel Bartholo e mais.

Haverá um Artist’s Alley com mais de 60 autores independente, além de salas temáticas, workshops de desenho, fantasia, cinema e ficção.

As novidades serão semanalmente atualizadas nas redes sociais do evento, como o Instagram e o Facebook.

Artistas interessados em realizar as inscrições devem acessar este link para mais informações.