sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Mini Feira de HQ em Belo Horizonte - MG

Divulgação

Nos próximos dias 14/12 (16:00H às 20:00H) e 15/12 (14:00H às 18:00H), acontecerá
na Casa dos Quadrinhos, a segunda edição Mini Feira da HQ BH, reflexo do grande
sucesso da versão anterior. O evento consta como parte da Temporada FIQ 2019.

A Mini Feira conta com a presença de quadrinistas e ilustradores mineiros, com o
intuito de divulgar suas obras e permitir que o público conheça o trabalho local e possa
comprar direto dos próprios autores. Além de quadrinhos, estarão disponíveis prints,
scketbooks, pôsteres e originais.

Artistas e lançamentos confirmados para venda e autógrafos:

 - Vitor Cafaggi: Com o Jogo do Valente, na sexta, dia 14;
 - Eddie Vieira: Estátuas do universo dos quadrinhos
 - Cristiano Seixas, André Melo, Cristiano Bolson e Júlio Ferreira: Quadrinho Os Caras do Fahrenheit, no sábado dia 15;
- Flávia Carvalho: "O Monstruário, a apavorante coleção de selos" e o quadrinho "Sereinha";
- Alexandre Tso: Quadrinhos  "CURVA DE RIO" e “EMBATE”;
- Nuna Universe: Com o Card Game Sashira;
- Felipe Assumpção: Gibi - Genô vs Gertrú #01, Sketchbook Eu Desenho Vacas #01, hqs e coletânea de tiras do Bota e prints autorais;
- Júlia Oliveira: HQ “DOR”;
- Alec Drummond: Quadrinho “Pela Última Vez”;
- Ryot: Hq “EMBATE”;
- Jane Oliveira: Zine “Memórias de Acesso Remoto” e o quadrinho “Antologia Grimório”;
- Senhoritas de Patins: Quadrinhos "Ada e Love", "DiAHrio de Viagem" e "Gibi de Menininha";
- Valdo Alves: Hq “My Soul 2”;
- Bella Santana: Hq “Francisco”;
- Carol Cunha e Nanako Nagase: Quadrinho “Catrinomicon”;
- Bruna Lima e Bruno Wolf, do Studio Mootant: Livro de tirinhas "O Aprendiz e o Feiticeiro";
- Droom: Quadrinho de mesmo nome “Droom”;
- Lucas Libanio:
- Ivo Esteves:- Ivo Esteves e mais convidados a serem divulgados
Evento Gratuito. Sujeito à lotação do espaço.

Dias: 14 e 15 de dezembro de 2018
Horário: 14/12 (16:00H às 20:00H) e 15/12 (14:00H às 18:00H)
Local: Espaço Cultural Casa dos Quadrinhos – Av. João Pinheiro, 277 – Funcionários
Informações: 31- 3224 0040


Realização:
Escola Técnica de Artes Visuais Casa dos Quadrinhos
Apoio:
Fundação Municipal de Cultura / Prefeitura de Belo Horizonte

(Release)

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Horror steampunk na HQ nacional Febre

Divulgação

Quando decidiu fazer parte da incursão até o misterioso corpo celeste Hastur, Alice Rilyeh não esperava que sua sanidade fosse posta à prova.

O que começa como uma missão científica pacata se torna uma corrida pela sobrevivência quando uma epidemia de febre e loucura passa a assolar a tripulação. Em meio ao caos e terror de causa desconhecida, lembranças perturbadoras vêm à tona na mente de Alice, obrigando-a a enfrentar demônios interiores – e outros bem reais.

Este é o enredo que dá início a Febre (52 páginas, R$ 30,00), HQ de horror com estética steampunke pitadas de Lovecraft. Gabriel Kolbe criou a premissa original e ficou encarregado do design de todos os personagens; Matias Streb desenhou os cenários e todo maquinário tecnológico; enquanto Jader Corrêa foi responsável pelo desenho dos monstros e alguns cenários.

A edição está disponível no Mercado Livre e Estante Virtual, e pode ser encomendada diretamente com os autores nos e-mails alexandriaquadrinhos@gmail.com, gabrielkolbe@gmail.com ou matiasstreb@gmail.com.

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Lançamento - Legado - Carlos Estefan e Pedro Mauro - CCXP

Divulgação

Ao chegar em Santa Cruz para receber uma recompensa, o pistoleiro se depara com uma nova ordem na cidade. 

Agora, suas convicções serão postas à prova com o surgimento de uma ameaça ainda maior, e ele terá que aprender que uma vez puxado o gatilho… há consequências.

Legado (formato 22 x 28,7 cm, 64 páginas, R$ 40,00) é a nova HQ de faroeste da dupla responsável por Gatilho, Carlos Estefan (roteiro) e Pedro Mauro (desenhos).

O título será lançado na CCXP – Comic Con Experience 2018. Confira abaixo algumas páginas da obra.


sábado, 1 de dezembro de 2018

Mickey 90 Anos - Álbum - Disney - Editora Panini

Divulgação

A editora Panini anunciou uma parceria inédita com a Disney, para o lançamento do álbum Mickey Mouse História com Cromos.

A coleção comemora o aniversário de 90 anos do mais icônico personagem criado por Walt Disney e também celebra a histórica aquisição da editora das licenças da Disney, Marvel e Pixar no Brasil para a publicação de álbuns de figurinhas.

O livro de figurinhas será lançado no dia 21 de novembro, com 276 cromos coloridos e em preto e branco, sendo 60 especiais e 36 cards.


Para essa edição história de 90 anos, a ilustração da capa foi desenhada com exclusividade para a Panini por Giorgio Cavazzano, famoso cartunista italiano da Disney que já desenhou diversos quadrinhos do Mickey.

O livro faz uma verdadeira viagem pela história do Mickey, desde a sua primeira aparição, no famoso curta-metragem Steamboat Willie, passando pela animação Fantasia dos anos 40, até chegar em 2004, com Os Três Mosqueteiros.


sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Urban Dance Brasil encerra projeto 2018 com pocket show em Paulínia - SP.

Divulgação

Utilizada também como uma ferramenta para a atividade física, a dança de rua oportuniza o bem-estar físico e mental, beneficiando aspectos individuais e coletivos de seus participantes. Essa é uma das propostas do projeto Urban Dance Brasil, que após percorrer quatro cidades do interior de São Paulo promovendo uma transformação social a partir do break dance, encerra efetivamente as atividades de 2018 neste domingo, 02, com a apresentação final do último ciclo de oficinas realizado em Paulínia entre 22 de setembro e 27 de outubro.

A apresentação em si torna-se, sobretudo, uma demonstração de conquista pessoal acerca do objetivo traçado no início dos encontros e é, sem dúvidas, o momento mais aguardado pelos alunos. “Essa experiência de apresentar-se ao público é quase uma prova prática, além de uma realização pessoal. E mais do que ensinar os movimentos básicos, a expectativa do projeto desde o início foi transmitir informação sobre a cultura Hip Hop e as danças urbanas de maneira prática e teórica, mostrando as origens de cada ação para proporcionar aos alunos uma vivência nessa arte, o que foi absorvido com sucesso”, comenta o professor do projeto, Leonardo Mologni.

O resultado das oficinas será apresentado a partir das 16h em um pocket show elaborado em conjunto com os alunos. Para tanto, os jovens da cidade convidam toda a comunidade para conferir o resultado prático das oficinas e interagir com a dança em aulão aberto, cujo intuito é valorizar a cultura Hip Hop, facilitar o acesso à cultura e desmistificar a conotação pejorativa da arte que advém, justamente, da falta de conhecimento.

Incentivado pelo ProacSP e realizado pelo Governo do Estado de São Paulo, o Urban Dance Brasil, em Paulínia, foi patrocinado pela Imerys Transform to Perform – líder mundial de especialidades minerais para a indústria.

Release

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Nova graphic novel da Turma do Gabi prevista para 2019


O Estúdio Moacir Torres – EMT – está desenvolvendo a primeira graphic novel da Turma do Gabi, intitulada “A Revolta das Árvores”. A novidade será lançada em 2019, quando a turminha completará 44 anos de criação.

O artista convidado para elaborar essa publicação, é o ilustrador e quadrinhista Paulo Tomson. Nascido no Rio de Janeiro, o artista é autodidata das artes gráficas, quadrinhos e, atualmente, reside em Petrópolis. Paulo desenvolveu o texto e, agora, está ilustrando a aventura da turminha, a qual terá cerca de 30 páginas coloridas.

O Estúdio EMT está a procura de uma editora para publicar e distribuir a graphic novel no Brasil. Se algum editor tiver interesse no projeto, basta entrar em contato pelo e-mail estudioemt@gmail.com.

SERVIÇO:
Turma do Gabi – A Revolta das Árvores
Produção: Estúdio EMT
Autores: Moacir Torres e Paulo Tomson.

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Artes originais de Marcelo D’Salete em exposição no Museu Afro Brasil

Divulgação

Marcelo D’Salete, premiado autor de obras como Cumbe e Angola Janga – ambos publicados pela Editora Veneta, é tema de uma exposição no Museu Afro Brasil (Av. Pedro Álvares Cabral, s/n, Parque Ibirapuera – Portão 10), em São Paulo/SP.

Marcelo D´Salete – A história negra em quadrinhos é a sua primeira exposição individual, e apresenta 40 pranchas originais dos desenhos produzidos para os livros mencionados anteriormente. Terá ainda exemplares das edições estrangeiras de Cumbe, publicado em Portugal, Estados Unidos, França, Itália e Áustria. Também serão expostos os troféus Eisner Awards 2018, Prêmio Grampo 2018, HQ Mix 2018 e o Jabuti 2018, estes três últimos conquistados pelo trabalho desenvolvido na graphic novel Angola Janga.

Resultados de longa pesquisa – Angola Janga, por exemplo, consumiu 11 anos entre estudos e criação artística – ambas as publicações dialogam com a história de resistência à escravidão no Brasil pela ótica dos povos negros.

D´Salete é quadrinista, ilustrador e professor. Este ano de 2018 foi especialmente marcante para ele, pois ganhou diversos prêmios na área e teve suas obras publicadas no exterior.

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Indaiatubana, Michelle Valle, vence o Miss São Paulo CNB

Divulgação

Mister Indaiatuba, Jonathan Dumont, conquistou a terceira 
colocação entre os homens

Após um jejum de 22 anos a cidade de Indaiatuba volta a ser destaque nos concursos de beleza do país com a vitória ocorrida na noite deste sábado, 17, na Sala São Paulo da capital paulista.

Após ser eleita Miss Indaiatuba em setembro de 2017, Michelle Valle, passou por uma intensa preparação, participando também da edição Be Emotion em abril deste ano, onde conquistou o TOP 15 entre as mais belas.

Considerada uma das misses mais completas do estado, foi convidada a participar do concurso Miss São Paulo CNB. O Concurso Nacional de Beleza (CNB) é o evento responsável pela eleição da Miss Brasil Mundo e do Mister Brasil CNB. A vencedora representa o país no Miss World, o mais tradicional evento de beleza do planeta, que além de estética elege suas representantes através de provas de talento, trabalhos sociais e outros atributos que valorizam a mulher em diversas habilidades intelectuais.

Em uma noite cheia de brilho em um dos pontos turísticos e culturais mais importantes do país, Michelle Valle, mostrou todas as suas habilidades durante as provas do concurso, que contou dom diversas etapas. O destaque da noite ficou para a apresentação de talento. Michelle emocionou a plateia e os jurados ao tocar piano e cantar ao vivo no palco da Sala São Paulo, casa da Fundação Osesp (Organização Social da Cultura), trajando seu traje típico da Colônia Helvétia de Indaiatuba, representando com em alto estilo a cultura da nossa cidade.

O Mister Indaiatuba, Jonathan Dumont, também participou do evento na disputa pelo título de Mister São Paulo CNB. Se destacando em provas que ocorreram durante a semana no confinamento do concurso, Jonathan chegou ao Top 8 da grande final e após a última etapa, respondendo à pergunta final, conquistou o terceiro lugar da competição, alcançando a melhor posição de um representante de Indaiatuba no certame masculino até hoje. Em 2017, Wesley Ometto, conquistou o quinto lugar no concurso.
O vencedor da noite foi o Mister Campinas e segundo lugar o Mister Santos.

Na etapa final do Miss São Paulo CNB, Michelle, respondeu à pergunta do apresentador e levou a maioria dos votos dos jurados, se elegendo a nova Miss São Paulo CNB. Em segundo lugar ficou a Miss Santa Bárbara D’Oeste.

Indaiatuba quebrou o jejum de 22 anos sem um título de Miss São Paulo. A última representante estadual oriunda da cidade foi Daniela Zanotello, em 1996.

Com a conquista da coroa de mais bela do estado, Michelle Valle, irá disputar o Miss Mundo Brasil em agosto de 2019, devendo levar toda a cultura do estado para o nacional, além de promover projetos sociais durante o seu reinado.

O concurso Miss Indaiatuba e Mister Indaiatuba são uma realização da Loggar Entretenimento, que coordena e prepara os candidatos para as disputas estaduais com apoio de patrocinadores locais.

30 anos de Velta, de dezembro/2003 - Emir Ribeiro

Divulgação

Certamente, é a mais antiga edição impressa em papel que possuo em estoque. Não sei quantos exemplares sobraram, pois nunca tenho tempo para organiza-los e conta-los. Quando um item se esgota, sou sempre pego de surpresa.

As edições anteriores, iniciadas na década de 1970, só existem em arquivos digitais.

Estou encerrando as atividades da minha página virtual após 11 (onze) anos na rede, pois, não vale a pena o valor gasto para mantê-la. Ademais, como sou péssimo em informática, nunca aprendi a fazer as atualizações. Quem o fazia era meu velho amigo Gabriel Rocha (criador do Lagarto Negro).

Assim, a partir de agora, vou postar aqui sobre o material disponível para os leitores. Comecei com o item mais antigo, portanto.

30 anos de Velta tem um total de 132 páginas, lombada quadrada (sem grampos), formato de livro, com "orelhas" e tudo.
A capa dianteira é de autoria do artista Alessandro Azeredo.
Tem expediente e espaço para autógrafo na página 4, e uma introdução nas páginas 5 e 6.

- HQ 1 - "A ilha na esquina do tempo, parte 2: A morte de um bravo" com texto e arte-final de minha autoria, sobre os esboços a lápis de Elton Brunetti(hoje, artista plástico). Pela primeira vez, a loura-detetive faz dupla com Itabira, no ano de 1790... no exato dia em que a história registrou como sendo a data da morte do chefe tabajara.

- "Itabira: índios nos quadrinhos", na página 30. Texto ilustrado contando o processo criativo do personagem Itabira, criação conjunta do meu pai - Emilson Ribeiro - e minha.

- HQ 2 - "Trabalho de grupo". Com texto meu, baseado nas HQs anteriores escritas pelo meu pai, trata-se de um resumo de tudo que ocorreu com Itabira até aquela data.

- HQ 3 - Velta em "De noite, na cama..." Texto e arte de minha autoria. Enquanto Myra provoca o namorado da loura-detetive, a secretária do escritório de detetives, Daxiana, começa a se vestir igual à supostamente morta alienígena Doroti.

- HQ 4 - Velta em "Doroti está de volta". Texto e arte meus. Aparentemente, a filha da atriz pornográfica de quem a alienígena Doroti usurpou o nome e a aparência, aparece na inauguração de uma TV adulta por assinatura. Desconfiada, Velta resolve fazer-lhe uma visita para tirar a história a limpo.

- HQ 5 - Homem e Mulher-Rocha em "A perna da morta". Texto meu e desenhos de Alcíone. O casal de cientistas da Fubrape analisa a perna decepada da supostamente morta alienígena Doroti e descobrem coisas surpreendentes.

- "Doroti: a mais antiga", na página 86. Texto ilustrado narrando o processo criativo da personagem cuja forma física surgiu no ano de 1970 e o restante só foi concluído em 1974 .

- HQ 6 - Doroti em "Filhas". Texto e arte de minha autoria. A bizarra alienígena Doroti tenta a todo custo ter filhos, e não o conseguindo da forma convencional, usa outros métodos para realizar seu desejo, sem se importar com o mal que pode causar às pessoas.

- "A robótica e ruiva NOVA" e "Um homem todo de preto", na página 103. Texto ilustrado sobre como foram criados os dois personagens no ano de 1976.

- HQ 7 - Nova em "Batalha no paraíso". Texto e arte meus. Nova vai parar numa ilha habitada por um eremita, enquanto bandidos chegam em um helicóptero e causam muita confusão. Evidentemente, a ruiva cibernética não dá moleza para os meliantes.

- HQ 8 - O Desconhecido Homem de Preto em "Paixão pelo salvador". Texto e arte meus. O inimaginável acontece quando o justiceiro mascarado salva uma vítima de assalto... e esta se apaixona pelo seu salvador.

- HQ 9 - 'Velta negativa' em "O cinto do tamanho". Texto meu e arte de Marco Santiago. Trata-se da sequência a uma antiga HQ publicada no ano de 1979, no suplemento dominical "O Pirralho" do jornal "A União". Uma ex-prostituta que tentou imitar Velta e culpa-la por seus crime, planeja fugir da prisão.

- Velta, Nova e Homem de Preto num desenho a lápis de Marco Santiago, arte-finalizado por mim, na página 128.

- "Também sou fã de Velta, ora", na página 129. Texto de Mike Deodato Jr sobre o trigésimo aniversário da loura-detetive.

- Capa traseira na página 132, com uma pintura de minha autoria.

Para adquirir a "30 anos de Velta", deposite R$ 32,00 (Trinta e dois reais) na conta abaixo e envie imagem do comprovante para algum dos endereços a seguir (e forneça também o endereço para o qual o exemplar deve ser enviado pelo correio). Depois, é só esperar a edição chegar na sua casa.

Dados bancários: Caixa Econômica Federal (ou qualquer casa Lotérica)
Agência 0548 - Operação 001 - Conta Nº 747-0

emir.ribeiro@gmail.com

Caixa Postal 5068 - Cep: 58051-970 - João Pessoa, PB

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

História - Stan Lee: o criador de inúmeros super-heróis

Stan Lee, criador de personagens como Homem-Aranha 
Foto: Mario Anzuoni/ Reuters

Entre os personagens, Homem-Aranha, Homem de Ferro, Demolidor, Thor, Dr. Estranho, Vingadores, Pantera Negra

Stan Lee foi o mago criador de tantos super-heróis que é preciso fôlego para conseguir nomear todos – Homem-Aranha, Quarteto Fantástico, X-Men, Hulk, Homem de Ferro, Demolidor, Thor, Dr. Estranho, Os Vingadores, Pantera Negra, Viúva Negra, Gavião Arqueiro, Feiticeira Escarlate, Mercúrio, Nick Fury, Homem-Formiga. Ufa! Quase todos saltaram dos comics para as telas dos cinemas. Criaram um império cinematográfico.

Nada mau para o filho de pobres imigrantes judeus da Romênia que atravessaram o Atlântico, para se estabelecer em Nova York, onde Stanley Martin Lieber nasceu, em 1922. Seu sonho, quando jovem, era escrever um grande romance. Morreu, nesta segunda, 12, aos 95 anos, em Los Angeles, com quase tantos títulos e profissões como os personagens de fantasia que criou, e rebatizado como Stan Lee. Editor, ator, produtor, roteirista de HQs, jornalista, soldado, apresentador de TV, etc-etc. Suas criações movimentaram e movimentarão bilhões de dólares no universo do entretenimento e ele se tornou ainda mais conhecido porque, como o mestre do suspense, Alfred Hitchcock, adorava fazer pontas nos filmes de seus super-heróis, mas aí não era mais Stanley – era Stan.

No recente Pantera Negra, fazia o apostador que interagia com T’Challa no cassino em que o herói tentava capturar Ulysses Klaw. Sua influência cresceu quando, no fim dos anos 1950, os super-heróis andavam em baixa e a DC Comics lhes deu vida nova. Com carta branca do editor da Marvel, Martin Goodman, criou um novo time de super-heróis. Mas é preciso contextualizar. Estava batendo nos 40, cansado de criar estereotipados. Sua mulher, Joan – com quem foi casado de 1947 a 2017, e a morte dela, no ano passado, produziu-lhe um baque -, incentivou-o a criar heróis mais verdadeiros, com a cara dele. Stan Lee iniciou uma revolução na Marvel. Os críticos discutem o real significado de tantos superpoderes. Acusam Stan Lee de metaforizar o poderio norte-americano e de haver transformado o universo do cinema num imenso parque temático regado a efeitos.

Seria o responsável pela infantilização da cultura pop no início do terceiro milênio. Ele próprio nunca levou a sério essas acusações. Dizia que, como leitor de ficção científica, sempre gostou de imaginar outros mundos, outras possibilidades. Seus super-heróis tendem a proteger os humanos, a Terra, a democracia. Originaram filmes grandes e, por que não?, alguns grandes filmes. A Comic-con, em dezembro, terá de fazer-lhe justiça.

Fonte: O Estado de S.Paulo – Luiz Carlos Merten – 12/11/2018. Visto no site: http://www.epgrupo.com.br

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Lançamento - Graphic Novel - O Crime do Restaurante Chinês


O Crime do Restaurante Chinês: graphic novel reconta caso 
real da década de 1930

Hiperquímica Produções está lançando O Crime do Restaurante Chinês (formato 17 x 26 cm, 100 páginas, capa dura, R$ 49,90), com roteiro e arte de Guilherme Fonseca, pintura digital de Laís Dias e cores de Mauro Salgado.
A edição está à venda na Amazon Brasil ou no site da Hiperquímica.
A trama é baseada em fatos reais, um assassinato de quatro pessoas ocorrido na cidade de São Paulo, na década de 1930, que chocou o país na época devido à brutalidade empregada no crime.

Fevereiro de 1938. São Paulo amanhece com chuva intensa. Corací, um jovem mineiro que acaba de chegar na cidade, está distraído demais para perceber que é perigoso navegar em águas turbulentas. Maria Xiu e Kim Shenzen administram o restaurante típico chinês da família. O lucro é compartilhado com os primos e tios. Mesmo assim, faturando alto, a família de Maria Xiu quer que o restaurante retorne às origens.

O fiscal da prefeitura está no pé do casal. Os donos dos restaurantes no entorno promovem reuniões secretas. Ameaças anônimas chegam a todo instante. Mesmo quem sempre foi amigo agora os trata como invasores. A cidade grita enquanto os três fazem de conta que está tudo bem. Uma névoa adensa a cidade.

O Crime do Restaurante Chinês foi um dos projetos selecionados no ProAC – Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo, em 2017.

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Turma do Gabi no Zoológico é o novo livro da Editora EMT

Divulgação

Já está à venda no site da Amazon o livro infantil “Turma do Gabi no Zoológico”, que traz uma aventura da turminha pelo zoo da cidade.

Esse livro tem textos de Cláudio Feldman e ilustrações de Moacir Torres, criador da turminha. Este ano, os personagens completaram 43 anos.

O livro conta uma aventura do Gabi, que juntamente com Esmeralda e seu cãozinho Fred resolvem fazer uma visita ao zoo da cidade e conhecem os mais diferentes animais.

Para adquirir a publicação no Amazon, basta acessar www.amazon.com.br/dp/B07KDCRD9M

SERVIÇO:
Turma do Gabi no Zoológico
Autores: Cláudio Feldman e Moacir Torres
Editora EMT

MIS recebe a Virada Nerd em novembro

Divulgação

Evento anual acontece dentro da programação da megaexposição Quadrinhos. Entrada gratuita

Entre os dias 24 e 25 de novembro, o MIS – Museu da Imagem e do Som – sediará a Virada Nerd, evento anual organizado pela editora e distribuidora Devir. Com início às 11h no sábado (24/11), seguindo sem parar até às 18h do domingo (25/11) e, ainda, em outros 30 pontos de 23 cidades pelo país, a Virada Nerd contará com mais de 30 horas de atividades para os fãs de cultura pop, incluindo painéis com editores e autores, aulas de desenho e roteiro e demonstração de jogos.
Em 2018, a Devir virá acompanhada das editoras JBC, Mino e Jambô, que terão estandes próprios no evento além de painéis para conversar com o público como o Henshin + da JBC, momento em que, geralmente, a editora aproveita para divulgar as suas novidades. A partir da meia-noite, os madrugadores terão descontos exclusivos nas publicações oferecidas.

Destaques da programação
• Stand-up com Fernando Caruso: o popular comediante Fernando Caruso fará uma apresentação especial com temática nerd na tarde de domingo;

• Exposição RAP EM QUADRINHOS: projeto concebido pelo ilustrador Wagner Loud e pelo Youtuber Load que une grandes nomes do rap nacional a ícones dos quadrinhos e pocket show;

• Acampamento Lumberjanes: A Devir e os Escoteiros do Brasil trazem uma experiência sensacional de acampamento inspirada na HQ Lumberjanes com atividades ligadas ao escotismo;

• Cinematographo: no domingo, o programa mensal do MIS exibirá o filme Sin City acompanhado por trilha sonora ao vivo com a banda KASTRUP;

• Painel com a equipe responsável por O Doutrinador, o mais recente sucesso do cinema de ação nacional, e um painel da Crunchyroll repleto de surpresas.

Aproveitando a data, a Devir traz ao Brasil, pelo terceiro ano, o Dia do Quadrinho Grátis. Uma ação que tem como objetivo popularizar as Histórias em Quadrinhos em nosso país e incentivar a leitura. Os títulos escolhidos em 2018 são Lumberjanes e Deadly Class. Esses dois quadrinhos serão distribuídos gratuitamente no MIS e nas lojas participantes.

A Virada Nerd também acontecerá simultaneamente em outras 30 lojas espalhadas pelo país. Confira a programação completa em www.devir.com.br/viradanerd.
Virada Nerd

24 e 25 de novembro (sábado e domingo)
Das 11h no sábado, dia 24, até as 18h do domingo, dia 25
Evento Gratuito | Classificação livre

Museu da Imagem e do Som – MIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa
São Paulo – SP
(11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br