quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Nova coleção trará a obra completa de Laerte


Texto: Samir Naliato

Laerte Total é o nome de uma nova coleção está chegando com o objetivo de publicar toda a obra da cartunista Laerte Coutinho em mais de 50 anos de carreira.

Ela será produzida em esquema de autopublicação na Amazon KDP (Kindle Distribution Program) com o auxílio da Z Edições, editora especializada em publicações digitais.
Laerte Total – Volume 1 – O Condomínio (formato 21,6 x 27,9 cm, 88 páginas, capa cartonada, R$ 43,28) já está disponível na Amazon Brasil para encomenda da versão impressa, e gratuitamente para leitura digital de usuários Kindle ou por R$ 22,00 para venda.

Os primeiros oito volumes da coleção trarão todas as tiras da série O Condomínio, muitas delas nunca reunidas em coletâneas. Nelas, surgiram personagens como o Zelador, Fagundes, o puxa-saco, o mafioso Don Luigi e os gatos.

Edições seguintes, com periodicidade mensal, trarão outras tiras, cartuns, histórias completas e personagens como Overman e Piratas do Tietê.

Um volume especial número zero reunirá cartuns e quadrinhos da juventude de Laerte, antes da criação da editora Circo, na década de 1980.

Os livros e ebooks estarão disponíveis no site da Amazon e, futuramente, em livrarias especializadas.

As edições em papel são produzidas no sistema Print On Demand, ou seja, são impressos um a um, de acordo com as vendas. Como são impressos nos Estados Unidos, seu preço varia de acordo com a cotação do dólar.

A coleção deve ter mais de 50 volumes. “O print on demand é uma ótima solução para viabilizar coleções como esta”, disse o editor Heinar Maracy. “Sem estoques e sem grandes custos iniciais de produção, é possível colocar toda obra de um artista à disposição dos fãs, sem o risco que um dia ela saia de catálogo”.

Z Edições já publicou obras de Adão Iturrusgarai, Allan Sieber, Arnaldo Branco e outros autores, em papel e digital. Ela presta serviços editoriais para quem quer autopublicar seus livros em marketplaces digitais, cuidando da editoração, revisão, trâmites burocráticos e marketing, liberando o autor para que ele se concentre em criar.


quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

FESPA Digital Printing será palco das grandes novidades em impressão digital



Principal feira de impressão digital do país está preparando tudo com objetivo de oferecer a melhor experiência para visitantes e expositores

A um mês de seu início, a FESPA Digital Printing 2020 se prepara para levar ao público o que existe de mais inovador e transformador na indústria de impressão digital. A principal feira do setor acontece de 18 a 21 de março no Pavilhão Azul do Expo Center Norte, em São Paulo, e segue com expectativas positivas.

De acordo com Alexandre Keese, diretor da FESPA Digital Printing, “estamos a 30 dias de abrir nossas portas e seguimos fortes com o trabalho de levar a melhor experiência a visitantes e expositores. Nossos números, combinados com o bom momento de retomada econômica que estamos presenciando, nos levam a acreditar que será uma feira fantástica”.

O momento propício faz com que as grandes marcas aproveitem a FESPA Digital Printing 2020 como palco de suas novidades: “Conversamos com expositores e muitos relataram que vão promover lançamentos globais e apresentarão soluções pela primeira vez no Brasil em seus estandes. Isso reforça que acertamos ao escolher a força da impressão como o tema da edição de 2020”, completa Keese.

Ao conhecer em primeira mão as novidades da indústria de impressão, o visitante poderá repensar seu fluxo de trabalho e agregar novas soluções que visam aumentar a eficiência em sua capacidade produtiva.

Conteúdo de alta relevância também é o foco da FESPA Digital Printing. Entre as novidades, está o FESPA Concept, espaço de aplicações criativas para o visitante se inspirar e ter contato com diferentes capacidades da impressão digital para sair da feira e já aplicar no portfólio de produtos.

 Outra estreia é a Arena Maker, com workshops mostrando a produção de objetos voltados ao mercado de comunicação visual com o uso de termoplásticos. A iniciativa tem o apoio de Cristal & Cores, ECNC, Maxfix, Senai, Sinteglas, PH Printers, PhotoPro e VP Máquinas.

Os congressos gratuitos já são tradição dentro da FESPA Digital Printing, levando informações atuais e relevantes sobre tendências, dados, conceitos de gestão e técnicas. Para este ano, estão programados o Fórum FESPA Digital Printing, a sexta edição do Digital Textile Conference e um amplo debate sobre como a sustentabilidade pode ser um diferencial no "negócio impresso”; em parceria com o Senai, a feira terá o sábado focado em mostrar diferentes aspectos da rotina do profissional de impressão. Ainda em congressos, há a Ilha da Sublimação ComunidadeWEB FESPA Brasil, com palestras diárias sobre as oportunidades na sublimação & transfer para quem atua ou deseja atuar com brindes.

Completando 10 anos de história, o CAMBEA irá reunir os envelopadores de diferentes regiões do país e do exterior para a disputa do grande título, em um momento de competição mas, acima de tudo, de comemoração dos profissionais. O campeonato é organizado pela Alltak. Falando em celebração, a FESPA Digital Printing é patrocinadora do Prêmio GF Bureau Criativo, da Revista Grandes Formatos, que vai escolher e premiar os melhores trabalhos em comunicação visual do Brasil no dia 19 de março a partir das 19h.

A inscrição para visitar a FESPA Digital Printing é gratuita e pode ser feita em: www.fespadigitalprinting.com.br/visitar

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

PROVÍNCIA NEGRA | Luiz Gama vira história em quadrinhos

Divulgação

Advogado, negro e abolicionista. Um herói que não pode ser esquecido, Província Negra narra um fato ficcional na vida do jurista Luiz Gama

Lançada no dia 12/02 com roteiro de Kaled Kanbour e arte de Kris Zullo, Província Negra foi vencedor do fomento cultural da prefeitura do munícipio de São Paulo em 2018.

Lançada no dia 12/02 com roteiro de Kaled Kanbour (roteirista de animação e quadrinhos, e professor de língua portuguesa e literatura) e arte de Kris Zullo (desenhista e autor de diversos álbuns, e professor de artes plásticas), Província Negra foi vencedor do fomento cultural da prefeitura do munícipio de São Paulo em 2018, na área de quadrinhos.

Ambientada na São Paulo de 1869, a história transporta os leitores para um momento em que a maior cidade do país tinha um pouco mais de 40 mil habitantes, muita garoa e muita efervescência cultural. A obra faz um retrato da época, com reconstituição dos fatos históricos, da arquitetura da cidade, da música, das artes literárias e do teatro. Também aborda o ativismo político dos paulistanos. 

O leitor ficará surpreso com a riqueza e complexidade da, literalmente, São Paulo provinciana. Província Negra mistura ficção e realidade produzindo uma graphic novel policial que agrada aos interessados em história, política, Direito e no movimento negro no Brasil. E, principalmente, aos interessados em histórias em quadrinhos.

Por algum motivo, os livros de história não trazem o nome de Luiz Gama: Filho de Luiza Mahin, uma das líderes da Revolta dos Malês, Luiz Gama foi vendido pelo próprio pai aos nove anos. Foi autodidata, e na juventude frequentou a faculdade de direito do Largo de São Francisco. Advogado, lutou, em pleno regime de escravidão, pela alforria de centenas de escravizados nos tribunais da província, fazendo de sua banca de advocacia a sua trincheira. Era ativista político e reconhecido poeta romântico e satírico. Amigo de Ruy Barbosa, Castro Alves, Angelo Agostini, Paulo Eiró, Raul Pompéia e outros, era uma figura querida e admirada em toda província. E temida. Escravagistas o tinham como o grande inimigo. Políticos progressistas corriam para São Paulo para se aconselhar com ele. Morreu jovem, aos cinquenta anos, de complicações de diabetes. A crônica de seu funeral, escrita pelo Raul Pompéia, é um dos textos mais belos da língua portuguesa.

“divulgar a figura histórica de Luiz Gama para o maior número de pessoas e refletir sobre as terríveis condições em que ele se criou, resistiu e lutou pela abolição da escravidão. Personagem que ainda é relevante e fundamental no contexto atual”. Disse Kaled, sobre o objetivo do projeto.

Província Negra é um álbum de história em quadrinhos que retrata a cidade de São Paulo na metade do séc. XIX, onde um personagem real de nossa história, o advogado negro e abolicionista Luiz Gama, se vê envolvido injustamente no assassinato de um escravagista. Ao desvendar a trama, Gama escancara a ideologia que sustentou a escravidão em nossa sociedade, e que, de alguma maneira, ainda ecoa em nossos dias.

“...nada mais interessante do que ver um álbum em quadrinhos sobre Luiz Gama. Inspirado em fatos de época, utilizando a ficção e os quadrinhos de modo rico, podemos acessar o universo complexo de relações entre Luiz Gama, os abolicionistas e o ambiente de violência sistemática contra grande parcela da população brasileira. A história de Luiz Gama, como sempre, nos inspira.” Marcelo D’Salete

Serviço:
Província Negra
Kaled Kambour (roteiro) e Kris Zullo (arte)
1ª Edição – 2019 (80 páginas, 20cmx28cm, P/B)
Gabaju Records & Comics Ltda ISBN 978-65-80923-00-7
Contato: cavalo@gabaju.com.br Tel/Whats – 11 99346-4849
Preço sugerido R$ 25,00

O álbum pode ser adquirido no site da editora: Ou na loja do particular do desenhista: fanpage do Facebook.

Texto: Por Emerson Coe

Concurso de Fotografias - Nova York


Buscando novas visões no retrato.

Retratos e fotografias estão ligados desde o início do meio. O que começou com os retratos formais do Daguerreótipo familiar, na década de 1840, tornou-se um fascínio secular de fazer e olhar fotografias de pessoas - um amor que vemos traduzido na popularidade desse prêmio todos os anos.

O LensCulture Portrait Awards está aberto a fotógrafos em todos os níveis de experiência e todas as interpretações de retratos. Seu trabalho pode ser feito em estúdio com iluminação profissional ou ser encaixado em um smartphone durante suas viagens. 

O que importa não é o seu método, mas a sua capacidade de mover seu público. 

De autorretratos peculiares a retratos sinceros de familiares e amigos, de fotografias conceituais e encenadas de figuras públicas a retratos ambientais, queremos ver seu trabalho! 

Os vencedores aproveitarão oportunidades de mudança de carreira, incluindo exibição em Nova York em abril de 2020, ampla cobertura da mídia, projeção em festivais internacionais de fotografia, prêmios em dinheiro e muito mais.

Role para baixo para conhecer nosso júri internacional especializado.

DATA LIMITE PARA INSCRIÇÕES: QUARTA-FEIRA, 19 DE FEVEREIRO DE 2020


EXPOSIÇÃO NA CIDADE DE NOVA YORK | RECONHECIMENTO DA INDÚSTRIA | EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DO FESTIVAL

Imagens de ©: Ivan Pena, Colette Lukassen, Isabel Pinto, Lia Sophie Laukant, Peter Laursen, Madeleine D. Roy, Maxwell Swift, Paul Cupido, Gilliam de la Torre, Xavier Zimbardo, Renata Dutrée, Tony Wacker, Maude Arsenault, Daniel Serva e Justine Tjallinks.

Exposição em Nova York durante Paris Photo New York!

Todos os fotógrafos vencedores deste prêmio serão exibidos em abril de 2020 na Caelum Gallery, em Chelsea, o vibrante distrito de arte e galeria de Nova York. 

A exposição será a primeira da nova década e estamos emocionados em apresentar o trabalho dos fotógrafos do LensCulture ao lado de outro primeiro, o inaugural Paris Photo New York! 

Esta nova feira dedicada à fotografia trará muitos especialistas e profissionais internacionais à cidade, apresentando uma oportunidade única para que seu trabalho seja visto por pessoas influentes do setor. 

Artistas expositores, mídia, editores de fotos e especialistas do setor serão convidados a se juntar a nós em uma recepção de abertura para uma noite de apreciação e networking.

Informações: editor@lensculture.com

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

Lançamento - Fanzine Tchê 43



Fanzine mais longevo do Brasil, editado desde 1987, chega ao número 43 mantendo a estrutura de mistura artigos e quadrinhos.

Entre os quadrinhos temos a colaboração de: Adão Júnior (RS), Edgar Franco (GO), Henry Jaepelt (SC) e Jorge Luís (RS). Ilustrações de Adão Júnior (RS) e Henry Jaepelt (SC). Sketchs de Babs Tarr (EUA), Glen Fabry (ING), Peter Kuper (EUA) e Rod Reis (SP).

E ainda: artigos de Denilson Reis e Henrique Reis (RS), entrevista com Edgar Franco (GO) e as tradicionais cartas dos leitores. Capa de Edgar Franco (GO) e Júlio Shimamoto (RJ).

São 40 páginas, capa colorida e miolo p&b, formato A5, impressão digital, R$ 10,00 + frete.

Contatos: tchedenilson@gmail.com

domingo, 9 de fevereiro de 2020

Papo Amarelo - Herói amazônico comemora 30 anos de criação

Divulgação

No ano de 1990, o cartunista e escritor Moacir Torres – autor da Turma do Gabi – criou a primeira HQ do herói amazônico Papo Amarelo. Dois anos depois, em 1991 a história foi publicada no “Fanzine Rancho 02”.

Em 2013 o personagem volta a fazer muito sucesso na revista “Protocolo a Ordem”, onde participou de uma aventura com dezenas de heróis de outros artistas.

No ano de 2014, o Papo Amarelo ganhou a sua primeira publicação. Em parceria com o desenhista Marcos Gratão, foi criada a HQ “A Floresta em Perigo”, que esgotou em pouco tempo. A editora fez mais uma tiragem, só que agora com outra capa do desenhista Daniel HDR.

Em 2018, foi lançada a edição de número 02 com capa de Silvio Ribeiro, HQs de Sebastião Seabra e Júlio Magah.

Além das publicações o herói já participou de dezenas de revistas, juntamente com outros personagens já conhecidos dos leitores.

Neste ano, Papo Amarelo comemora 30 anos de criação! Para homenagear o personagem, o Estúdio EMT lança a 3ª edição, com história de Moacir Torres e arte de Tom Ribeiro.

Além da publicação da nova revista, o autor organizará uma exposição com trinta desenhos do herói, feitos por diversos ilustradores do mercado nacional e internacional.

Luke Ross, Júlio Shimamoto, George Wolf, Pedro Mauro, Téo Pinheiro, Eric Vanucci, Nestablo Ramos, May Santos, Marcos Martins, Carlos Rodriggs, Décio Ramirez, Oscar Suyama e Léo Tatarana são alguns dos artistas já confirmados.

No site do Papo Amarelo – www.papoamarelo.eco.br – o leitor poderá ler algumas aventuras, bem como apreciar centenas de ilustrações feitas por autores brasileiros.

Para adquirir a Revista do Papo Amarelo 03 basta entrar em contato pelo e-mail: 
estudioemt@gmail.com ou pelo WhatsApp: (19) 98157-3786

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

Evento - Comic Con da Amazônia

Divulgação

Festival de Histórias em Quadrinhos e Cultura Pop da Amazônia chega a sua 5º edição

Quadrinhos e cultura pop são os destaques da 5.º edição da Amazônia Comicon 2020 o evento que sempre destaca um personagem da cena local das HQ, este ano traz em seu cartaz o Homem-Urubu de autoria do quadrinista Giovanne Mamedio.

Para comemorar os 30 anos do grupo de quadrinista paraense Ponto de Fuga que este ano completa 30 anos de formação. Além de uma exposição com uma linha do tempo feita por jornais) também será lançada uma edição em quadrinhos comemorativa aos 30 anos, apoiada pela Editora Dalcidio Jurandir (Imprensa Oficial do Estado) reunindo diversos artistas que passaram pelo grupo em suas várias formações.

Casa das Artes recebe evento pela primeira vez com palestras, oficinas, exposições, lançamentos de quadrinhos, mostras de vídeos, shows, feira de produtos de cultura pop e o beco dos artistas são atividades previstas na programação. Para mais informações com a organização do evento pelo e-mail.

Tudo está previsto para os dias 25 e 26 de abril, a gente se vê por lá!


Conheça o projeto Barô Barata, de Jarbas Domingos



Barô Barata e Tapuru vivem em um pequeno apartamento, após a hecatombe nuclear. Afinal, só os insetos sobreviveram e agora habitam a cidade de Casca Grossa. 

Este é o tema da tira criada por Jarbas Domingos, que contará com clipes musicais, sempre com muito humor e crítica.

Jarbas publica seu trabalho no Diário de Pernambuco e, para viabilizar o projeto como animação, está participando de um financiamento coletivo na plataforma Kickante

As animações terão tema musical da banca The Trumps. Entre as recompensas para os colaboradores estão camisas, DVDs, bonecos do Barô Barata, pôsteres e outras possibilidades.

Barô Barata apareceu pelas publicações por volta de 2005. Desde então, integrou o Diário de Pernambuco e revistas infantis e juvenis como Recreio e Mundo Estranho, além de livros didáticos.

 Em 2010, lançou um livro de coletâneas de tiras, publicado com apoio do Funcultura.
Para conferir o projeto, clique aqui.


quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

2ª Feira de Pop e Arts acontece neste sábado em São Paulo


No próximo sábado, dia 8 de fevereiro, acontecerá a 2ª Feira de Pop e Arts (Rua Domingos de Moraes, 1581 – Vila Mariana), em São Paulo/SP.

A entrada custa R$ 5,00 e acontecerá das 10h às 20h.

O evento reunirá colecionadores, lojistas e artistas, totalizando 50 expositores para um dia inteiro de compra, troca e venda de itens novos e usados como histórias em quadrinhos, mangás, bonecos, livros, DVDs e diversos colecionáveis, possibilitando completarem suas coleções.

Dentre os expositores estarão Afrodinamic, Balão Editorial, Blog Lendo Quadrinhos, Butantã GibiCon, Comic Web HQ’s Importadas, Dinoussauro Nerd, Avec Editora, Mythos Editora, Estatuetas Arte, Excelsior Comic Shop, GilHqs, Giovanni Spinelli Design HQ, Giovanni Voltolini (colecionador), Luiz Baran (colecionador), Mundo HQ, Nebulosa Comics, Pop Art’s Comic House, Ronan HQ, Studio Patinhas, Superbanca Superamigos e Waldemar HQ.

Os artistas confirmados são Airton Marinho, Alexandre Jubran, Bruno Brunelli, Camila Cardoso Poszar, Daniel Esteves, Edson Lorena Bortolotte, Eric Peleias, Felipe Manhães, Marcatti, Germana Viana, Giovanni Kawano, Jenniffer Lira e Luiza Mazuri, Laudo Ferreira, Lobo Loss, Marcel Bartholo, Mário César, Pedro Okuyama, Rafael Bastos, Renata CB Lzz, Ricardo Sousa, Sam Hart, Thiago Ribeiro, Tiago Pinheiro, Vinicius Velo e Vivian Munhoz.


segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Nova revista do herói amazônico Papo Amarelo


No ano de 1990, o cartunista e escritor Moacir Torres – autor da Turma do Gabi – criou a primeira HQ do herói amazônico Papo Amarelo. Dois anos depois, em 1991 a história foi publicada no “Fanzine Rancho 02”.

Em 2013 o personagem volta a fazer muito sucesso na revista “Protocolo a Ordem”, onde participou de uma aventura com dezenas de heróis de outros artistas.

No ano de 2014, o Papo Amarelo ganhou a sua primeira publicação. Em parceria com o desenhista Marcos Gratão, foi criada a HQ “A Floresta em Perigo”, que esgotou em pouco tempo. A editora fez mais uma tiragem, só que agora com outra capa do desenhista Daniel HDR.

Em 2018, foi lançada a edição de número 02 com capa de Silvio Ribeiro, HQs de Sebastião Seabra e Júlio Magah.

Além das publicações o herói já participou de dezenas de revistas, juntamente com outros personagens já conhecidos dos leitores.

Neste ano, Papo Amarelo comemora 30 anos de criação! Para homenagear o personagem, o Estúdio EMT lança a 3ª edição, com história de Moacir Torres e arte de Tom Ribeiro.

Além da publicação da nova revista, o autor organizará uma exposição com trinta desenhos do herói, feitos por diversos ilustradores do mercado nacional e internacional.
Luke Ross, Júlio Shimamoto, George Wolf, Téo Pinheiro, Eric Vanucci, Nestablo Ramos, May Santos, Marcos Martins, Carlos Rodriggs, Décio Ramirez, Oscar Suyama e Léo Tatarana são alguns dos artistas já confirmados.

No site do Papo Amarelo – www.papoamarelo.eco.br – o leitor poderá ler algumas aventuras, bem como apreciar centenas de ilustrações feitas por autores brasileiros.

Para adquirir a Revista do Papo Amarelo 03 basta entrar em contato pelo e-mail: estudioemt@gmail.com ou pelo WhatsApp: (19) 98157-3786

SERVIÇO
Revista em Quadrinhos Papo Amarelo 03
EMT Quadrinhos

sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

27º Festival de Artes de Itu abriu concurso para projetos

Divulgação

A Prefeitura da Estância Turística de Itu, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e do Patrimônio Histórico, abriu concurso para projetos de atividades artístico-culturais para integrar as atividades do 27º Festival de Artes de Itu

O objetivo é o de estimular a criação, o acesso, a formação e a participação do pequeno produtor e criador no desenvolvimento cultural da cidade, além de promover a inclusão cultural e estimular dinâmicas culturais locais e a criação artística em geral da cultura ituana.

O envelope contendo a documentação e, o envelope contendo o projeto, deverão ser entregues até o dia 19 de março de 2020, às 09h, sendo a abertura às 09h30 do mesmo dia. 

O edital está à disposição para consulta e impressão no site da Prefeitura de Itu (https://licitacao.itu.sp.gov.br/).

Caso o interessado prefira obter cópia do edital diretamente na Prefeitura, deverá comparecer exclusivamente no Departamento Central de Compras com CD para reprodução do mesmo, das 08h às 12h e das 13h às 16h. Não será enviado o Edital pelo correio, nem mesmo serão prestadas informações por telefone, fax ou e-mail.

A Prefeitura de Itu fica na Avenida Itu 400 Anos, 111, Itu Novo Centro.

quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

Exposição - Quadrinhos Infantis Brasileiros - Memorial da América Latina - SP.

Divulgação


Entre os dias 30 de janeiro e 10 de fevereiro, será realizado no Memorial da América Latina, em São Paulo, a “Exposição Quadrinhos Infantis Brasileiros”.

O evento conta a história das HQs infantis publicadas no Brasil, nos últimos anos, e trás trabalhos e revistas de dezenas de artistas brasileiros.

Entre os participantes está o cartunista e escritor Moacir Torres que, por décadas, publicou suas HQs Turma do Gabi em jornais, revistas e e-books.

A abertura oficial será no dia 1º de fevereiro, das 10h às 14h, com bate-papo às 11h na presença dos artistas.

Inscrições para a 6ª Chamada Pública de Cinema Independente

Divulgação

Entre os dias 3 de fevereiro e 30 de abril, o Cine Matilha recebe as inscrições para a 6ª Chamada Pública de Cinema Independente. As produções selecionadas estão previstas para serem exibidas no 2º semestre de 2020. O projeto, criado em 2015, já apresentou ao público diversos filmes independentes nacionais, entre eles longas, médias e curta-metragens ficcionais e documentais.

Além da Mostra da Chamada Pública, as obras selecionadas e autorizadas pelos produtores poderão integrar o acervo do Cine Matilha e serem exibidas em sua programação normal.

As inscrições são gratuitas e serão aceitas obras produzidas por cineastas brasileiros de todos os gêneros e durações. O envio dos filmes é por links, sem a necessidade de mídia física. O regulamento com todos os detalhes está disponível no link abaixo:

Regulamento:


6ª Chamada Pública Cine Matilha é uma realização do Cine Matilha, responsável pela gestão da mostra. Para inscrever sua obra, o participante deve fazer o cadastro no link abaixo:


Sobre o Cine Matilha:

O Cine Matilha é um ambiente "pet-friendly" e recebe  constantemente o público com seus pets . O espaço possui 68 lugares, além de 2 lugares para cadeirantes.

Programação gratuita mediante a doação de 1 kilo de alimento não perecível, roupas, brinquedos, livros e produtos para higiene pessoal para crianças e adultos.

Sobre a Matilha Cultural:

Com dez anos completados em maio de 2019, a Matilha Cultural é uma entidade independente e sem fins lucrativos instalada em um edifício de três andares, localizado no centro de São Paulo. Integra um espaço expositivo, sala multiuso, café, além de um cinema com 68 lugares. Fruto do ideal de um coletivo formado por profissionais de diferentes áreas, a Matilha foi aberta em maio de 2009 e tem como principais objetivos apoiar e divulgar produções culturais e iniciativas socioambientais do Brasil e do mundo.

Para acompanhar as novidades sobre a Chamada Pública de Cinema, acompanhem as redes sociais do Cine Matilha:


Instagram: